Buscar

Zezé Motta e Luiz Cuti abrem o Encontro Nacional Pensamento Negro Contemporâneo

Atualizado: 21 de Set de 2019

O evento segue até o dia 20 de setembro, no foyer do Teatro Nacional Claudio Santoro


Na manhã de quarta-feira (18/09), o Festival Cara e Cultura Negra recebeu o primeiro dia de atividades do Encontro Nacional Pensamento Negro Contemporâneo. A primeira mesa, Estéticas Visuais e Cênicas, foi mediada por Nelson Inocêncio (DF) e formada por Zezé Motta (RJ), Edileuza Penha (DF), Denise Camargo (DF) e Jonas Sales (DF).


Zezé contou sua trajetória como artista e militante, e detalhes sobre a criação do Centro de Informação e Documentação do Artista Negro (CIDAN). “Era preciso saber quem somos, quantos somos e onde estamos. Certa vez, ouvi Lélia Gonzalez dizer que era preciso arregaçar as mangas e virar o jogo. Por isso criei o CIDAN”, disse a artista, que chamou a atenção para que atrizes e atores negros atuem em papéis mais diversos. “Vamos continuar lutando para preparar um mundo melhor para nossos filhos e netos”, completou.


As reflexões sobre as fotografias em preto em branco com protagonistas negros de Denise Camargo; o processo de criação do espetáculo “Axé Nzinga”, de Jonas Sales”; e a trajetória profissional da professora Edileuza Penha conduziram o restante da manhã de debates.


No final, Zezé Motta emocionou o público ao cantar “Senhora Liberdade”, sucesso de Wilson Moreira e Nei Lopes – que estará no Encontro Nacional sexta à tarde, na mesa Ancestralidade e Contemporaneidade.


À noite, Zezé voltou ao Teatro Nacional para mostrar sua vertente como cantora no show “Atendendo a pedidos”, com músicas de Luiz Melodia, Jards Macalé e Elizeth Cardoso. O repertório também incluiu “Tigresa”, música de Caetano Veloso inspirada na artista.


Encontro Nacional Pensamento Negro Contemporâneo

O evento gratuito acontece até sexta-feira (20/09) no foyer do Teatro Nacional Claudio Santoro. Confira a programação:


Dia 19 de setembro (quinta-feira)

Das 9h às 21, mesa 3 PERSPECTIVAS POLÍTICAS E ACADÊMICAS com Nicea Quintino (MG); Joaze Bernardino (DF) e Renísia Garcia (DF). Mediação: Lia Maria dos Santos (DF).

Das 14h às 17h, mesa 4 DIMENSÕES HISTÓRICAS DO ATIVISMO NEGRO com Ana Flávia Magalhães Pinto (DF); Joelma Rodrigues (DF) e René Marc Silva (DF). Mediação: Renata Melo (DF).


Das 19h às 22h, mesa 5 EXUZILHAMENTOS ANCESTRAIS DE NEGRITUDES E DISSIDÊNCIAS SEXO-GÊNERO com tatiana nascimento (DF); Fran Demétrio (BA) e Carú de Paula Seabra (SP). Mediação: Nathália Vasconcellos (DF).


Dia 20 de setembro (sexta-feira)

Das 9h às 12h, mesa 6 FILOSOFIAS AFRICANAS e AFRO-BRASILEIRAS com Denise Botelho (PE); Sebastião Fernando da Silva (DF); Wanderson Flor (DF) e Glória Moura (DF). Mediação: Tata Ngunz’tala (DF).


Das 14h às 17h, mesa 7 ANCESTRALIDADE E CONTEMPORANEIDADE, Nei Lopes (RJ); Deise Benedito (DF) e Givânia Maria da Silva (DF). Mediação: Nelson Inocêncio.

Das 19h às 22h, Sarau de encerramento.


Fotos: Marcelo Dischinger/Reprodução












0 visualização

CNPJ: 08.334.546/0001-90 

CEP: 70392-901
Contato: (61) 3225 6418

  • Facebook CCN
  • Instagram CCN
  • Youtube CCN

​© 2019 Cara e Cultura Negra